sábado, 25 de junho de 2011

Enquanto dormes embalada por mil trombetas dos anjos celestiais

Espera ansioso pelo seu contato seu amor seus beijos sua boca

O sacrifício de ser sempre ser o último

Enquanto passas por trocentas mãos afoitas

Apressadas e sujas da guerra da labuta

Espremem-na tiram o suco vital  todo seu sumo


Tudo o que você mais-valia

Sabes que o embalo desta canção de ninar

Só a fazes dormir com a reza das suas orações

São como os gemidos falsos ou reprimidos

O asco ou da falta de vontade de encarar

Apenas fazes da boca para fora

A estreita necessidade da sujeira do dinheiro


Um suplício pelo sustento do teu rebento

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Tempos em que falar de amor até parece crime
                  Seguimos amando-nos em hotéis baratos
em motéis do velho centro
                                  Sem culpa ou má-consciência
inocentemente saboreamos
                                                 a dolorícia da paixão
com a cumplicidade dos anjos tortos
                     em céus poluídos por suas trombetas
A manhã vem suave, quieta e pacata
                                        Com ela, os pássarinhos
Ouvimos a chiadeira das chapas
            fritando ovos, assando pães com manteiga
Chamo-te para passearmos até o fim do mundo
                            Olho para seu rosto maquilado e
seus cabelos desalinhados
                                           O seu rosto magro e 
fugimos para nossos
                                  paraísos
                                                artificiais

Seguidores

Pilotando a banheira do Manoel nas dunas

Pilotando a banheira do Manoel nas dunas
seguindo após Pitangui até Muriú-RN

Tatoo you

Tatoo you
Woman of night; Strange kind of woman; Lady in black; Lady evil; Princess of the night; Black country woman; Gipsy; Country Girl

Caricatus in 3X4

Caricatus in 3X4

Outra caricatus

Outra caricatus
Desenhista do bar e restaurante Salada Record

Mix, podi mandá "uma" aí?

Follow by Email